Coreia do Sul promete 'responder com força' ameaça norte-coreana

A Coreia do Sul prometeu "responder com força" às ameaças da Coreia do Norte em meio ao aumento da tensão na Península Coreana.

Em declaração a autoridades de defesa nesta segunda-feira, a presidente sul-coreana, Park Geun-hye, disse estar levando "muito a sério" a série de ameaças feitas por Pyongyang, que no sábado declarou ter entrado em "estado de guerra" contra a Coreia do Sul.

"Se houver alguma provocação contra a Coreia do Sul e seu povo, deve haver uma resposta forte na forma de um combate, sem qualquer consideração política", declarou Geun-hye.

As recentes ameaças norte-coreanas seguem-se a manobras militares realizadas na semana passada pelos Estados Unidos e a Coreia do Sul. O líder norte-coreano, Kim Jong-un, condenou o sobrevoo de aviões bombardeiros B-2 americanos - com capacidade de transportar armas nucleares - sobre a Coreia do Sul.

Ele interpretou os exercícios como uma intenção por parte dos EUA de iniciar uma guerra nuclear na península.

Notícias relacionadas