Em meio a cortes, Obama devolverá 5% de seu salário ao Tesouro

Em sinal de solidariedade aos servidores públicos americanos, que correm risco de serem afastados, demitidos ou terem diminuição de salário, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que devolverá 5% de seus dividendos, na casa dos US$ 400 mil (R$ 806 mil) anuais.

O valor que Obama devolverá ao Tesouro deve ser de cerca de US$ 20 mil (R$ 40,4 mil).

A Casa Branca alertou que milhares de servidores públicos serão afetados devido aos cortes federais de US$ 85 bilhões que serão implementados no país.