Após violência, ONU suspende distribuição de comida em Gaza

A ONU anunciou nesta quinta-feira que vai suspender todos os seus centros de distribuição de comida na faixa de Gaza, depois que manifestantes destruíram um dos centros, irritados com cortes orçamentários em repasses.

A medida se segue a uma série de violentos protestos ao longo da semana.

A UNWRA, agência de ajuda humanitária da ONU que atende 800 mil palestinos em Gaza, descreveu a situação como "dramática" e "escalando (de modo) perturbador".

A ONU disse entender a ira dos manifestantes por conta da redução de repasses para algumas das famílias mais pobres de Gaza e que tentará mitigar seus efeitos.

Analistas dizem que a suspensão de distribuição de comida causará ainda mais dificuldades à população de Gaza, já afetada pelos controles de fronteiras impostos por Israel e Egito.