Som de primata africano dá pistas sobre origem da fala, dizem cientistas

Cientistas afirmam que o som produzido por um primata das terras altas da Etiópia, tem grandes semelhanças com a fala humana e poderia dar pistas sobre como os padrões de linguagem humanas evoluíram.

O gelada, também conhecido como babuíno-gelada, que é um parente do babuíno, produz um som que poderia passar pelo da voz humana.

Os pesquisadores por trás do estudo dizem que o som característico produzido pelos animais ao estalar os lábios pode ter sido uma evolução que acabou levando à fala.

Os primatas têm um repertório vocal extenso, que é expresso usando ainda movimentos faciais complexos.

A pesquisa, publicada na revista especializada Current Biology, mostra que o ritmo do estalar de lábios dos gelada se assemelha aos intervalos entre as sílabas em diferentes línguas humanas.

O mesmo movimento de estalar os lábios entre outros primatas difere do dos babuínos-gelada, já que não conta com as mesmas oscilações de tom e de volume.