Nova Zelândia legaliza casamento gay

  • 17 abril 2013
Casamento gay na Nova Zelândia | Foto: Getty
Image caption Casais homossexuais comemoraram aprovação do casamento gay no Parlamento da Nova Zelândia

O Parlamento da Nova Zelândia aprovou nesta quarta-feira o casamento gay, tornando-se o primeiro país da região da Ásia e do Pacífico onde casais do mesmo sexo podem se casar legalmente.

A lei foi aprovada por uma ampla maioria, 77 votos a favour e 44 contra, apesar da oposição de líderes religiosos do país.

Pesquisas de opinião mostram que 70% da população da Nova Zelândia sejam a favor da nova lei.

O país descriminalizou a homossexualidade em 1986 e legalizou as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo em 2005.

A Nova Zelândia tornou-se assim o 13º país do mundo a permitir o casamento gay. Na lista estão a Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Argentina e Uruguai.

Na Grã-Bretanha e na França, parlamentares já votaram a favor, mas os projetos ainda não se transformaram em lei. No Brasil, em 2011, o Supremo Tribunal Federal legalizou as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo, e em março deste ano São Paulo tornou-se o primeiro Estado em que o casamento civil pode ser feito diretamente, sem a necessidade de uma união estável prévia.

A medida eliminou o risco de que o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo seja negado pela Justiça.

Na Austrália, país vizinho à Nova Zelândia e com história e identidade cultural muito semelhantes, a grande maioria dos parlamentares votou contra o casamento gay no mês de setembro, embora alguns Estados permitam a união civil.