Ex-vice-presidente da Fifa renuncia a ministério de Trinidad e Tobago em meio a acusações de fraude

Jack Warner (Arquivo/Reuters)
Image caption Warner renunciou a cargos ligados à Fifa, Concacaf e CFU em 2011

O ex-vice-presidente da Fifa, Jack Warner, renunciou ao Ministério da Segurança de Trinidad e Tobago em meio a acusações de fraude.

Warner também já presidiu a Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe) e a CFU (União Caribenha de Futebol). Ele se desligou de todos os órgãos em 2011.

Warner é acusado de não revelar à Concacaf que suas empresas eram donas de terrenos onde estava sendo construído um centro esportivo em Trinidad.

A renúncia de Warner à vice-presidência da Fifa e da presidência da Concacaf ocorreu também devido a um escândalo de corrupção.