Violência faz 21 mortos em província chinesa marcada por tensão étnica

Vinte e uma pessoas, incluindo policiais e assistentes sociais, foram mortas na terça-feira em violentos confrontos na província chinesa de Xinjiang, informaram nesta quarta autoridades à agência Reuters.

A província é frequentemente palco de tensões étnicas, sobretudo envolvendo a minoria étnica islâmica uigur.

Houve trocas de tiros depois que a polícia realizou buscas nas casas de suspeitos de posse de armas brancas ilegais.

Xinjiang abriga 9 milhões de uigures étnicos, e muitos se queixam de repressão religiosa e cultural por parte de autoridades chinesas.

Já a imprensa oficial atribui os distúrbios na região a atividades "extremistas".