Recontagem revela diferença de votos mais apertada na Venezuela

Os primeiros resultados da recontagem de votos e auditoria das últimas eleições presidenciais venezuelanas apontam que a diferença de votos entre o chavista Nicolás Maduro, vencedor, e o oposicionista Henrique Capriles caiu para 1,49 pontos percentuais, ou menos de 225 mil votos.

Já foi concluída somente a recontagem dos votos computados no exterior, e os novos números foram incorporados, alterando as cifras do resultado oficial da eleição.

Até o momento acreditava-se que Maduro havia vencido por 1,8 pontos percentuais de diferença.

Capriles pediu, logo após a divulgaçaõ dos resultados, uma recontagem total dos votos – o que o Conselho Nacional Eleitoral do país negou.

O que ocorre no momento e deve durar até junho é uma auditoria parcial, de 56% sdas urnas.

A tensão entre os partidos tem se manifestado no Parlamento, onde o presidente da Casa, Diosdado Cabello, disse que os parlamentares que não reconhecerem Maduro como presidente da Venezuela não poderão falar.