Bangladesh vive onda protestos islâmicos violentos

Centenas de milhares de bengaleses islâmicos estão protestando na capital Dhaka pela implementação de uma interpretação dos valores islâmicos no país.

Os manifestantes querem a adoção da pena de morte para quem blasfemar contra o Islã e uma educação islâmica mais estrita.

O governo, que descreve Bangladesh como uma democracia secular, se negou a atender os pedidos dos manifestantes.

Choques entre a polícia e o grupo Hefazat-e-Islam resultaram em quatro pessoas mortas e mais de 60 feridas. Lojas e veículos foram incendiados.