EUA debatem fornecer armas para rebeldes sírios

  • 2 maio 2013

Pela primeira vez, um membro do alto escalão do governo Obama admitiu abertamente que Washington avalia fornecer armas à oposição síria.

O secretário da Defesa, Chuck Hagel, disse nesta quinta-feira que o governo está estudando diversas opções, incluindo armar os rebeldes que combatem o regime de Bashar al-Assad. Mas Hagel ressaltou que nenhuma decisão foi tomada.

Não há interesse, entre autoridades americanas, em promover uma intervenção militar direta na Síria, e muitos creem que armar os rebeldes é a opção "menos pior".

No ano passado, Barack Obama rejeitara essa ideia, proposta pela então secretária de Estado Hillary Clinton.

Por outro lado, vozes dentro da ONU criticam o fornecimento de armas aos rebeldes, alegando que a iniciativa apenas prolonga o conflito na Síria e não ajuda a resolvê-lo.