Vice-presidente do Parlamento britânico nega acusação de abuso sexual

O vice-presidente do Parlamento britânico, Nigel Evans, negou as acusações de abuso sexual feitas contra ele por dois homens.

O político conservador foi detido no sábado para ser questionado sobre o caso. Neste domingo, em uma entrevista a jornalistas, ele disse que tais acusações eram "totalmente falsas".

"Ontem fui interrogado pela polícia sobre duas queixas", disse, na frente de sua casa. "Elas são completamente falsas e não consigo entender por que foram feitas."

Uma das acusações diria respeito a um evento ocorrido há quatro anos.

Em entrevista à BBC o secretário de Defesa britânico, Philip Hammond, disse que seria difícil para Evans continuar em seu cargo durante as investigações.