Vítima que escapou de sequestro de dez anos volta para casa nos EUA

  • 8 maio 2013
Amanda Berry
Image caption Amanda Berry conseguiu se libertar e chamar a polícia

Uma das três vítimas de um sequestro que durou dez anos nos Estados Unidos voltou para a casa da família nesta quarta-feira em Cleveland, Ohio.

Amanda Berry voltou para a casa da irmã e foi recebida com balões, brinquedos de pelúcia e uma faixa de boas-vindas.

A irmã de Amanda, Beth Serrano, apareceu brevemente em frente da casa, agradecendo o apoio de todos em nome da família e pedindo privacidade.

Mais cedo, o chefe de polícia de Cleveland, Michael McGrath, disse em entrevista ao canal americano NBC que a polícia encontrou cordas e correntes na casa onde Amanda e as outras duas vítimas, Gina DeJesus e Michelle Knight, eram mantidas como reféns.

Segundo McGrath, as três mulheres ficavam amarradas dentro da casa e apenas ocasionalmente podiam sair e ir ao quintal.

Uma fonte informou à BBC que as três ficaram grávidas e abortaram várias vezes durante os dez anos de cativeiro.

A polícia vai acusar formalmente Ariel Castro, que morava na casa onde as três eram mantidas como reféns, e dois de seus irmãos, Pedro e Onil.