Premiê turco diz que Síria usou armas químicas contra rebeldes

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta sexta-feira que tem provas de que o governo sírio usou armas químicas contra os rebeldes.

Em entrevista à rede americana NBC, o premiê turco disse a Síria ultrapassou os limites determinados pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Ele acrescentou que as vítimas de armas químicas estão sendo tratadas em hospitais na Turquia e pediu uma ação rápida do governo americano.

Os Estados Unidos, por sua vez, informaram que ainda não têm evidências conclusivas de que a Síria usou armas químicas contra rebeldes.

Erdogan, entretanto, indicou que compartilhará informações mais recentes com Obama quando os dois líderes se encontrarem na semana que vem.