Trípoli tem sinais de atrocidades de Khadafi

Atualizado em  26 de agosto, 2011 - 07:32 (Brasília) 10:32 GMT

Player

Após semana de combates, cidade carece de eletricidade, água, policiamento e coleta de lixo.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

À medida que os rebeldes assumem o controle da capital líbia, Trípoli, surgem sinais da repressão política do regime contra seus opositores.

Testemunhas afirmam que, na ofensiva final dos rebeldes em Trípoli, presos políticos do regime foram executados a sangue frio por tropas uniformizadas de Khadafi e mercenários africanos contratados pelo regime.

Após uma semana de intensos combates, falta eletricidade, fornecimento de água e coleta de lixo em Trípoli. Os destroços das bombas e artilharia usadas nos combates ao longo da semana se espalham pelas ruas.

Khadafi permanece em local desconhecido e afirma que não desistirá do combate. Entre os rebeldes, o clima é de otimismo e eles acreditam que podem reconstruir a cidade e restabelecer a ordem.

Rebeldes no comando em Trípoli (Foto: BBC)

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.