China se prepara para lançar módulo espacial

Atualizado em  20 de setembro, 2011 - 16:32 (Brasília) 19:32 GMT

Player

Nave não-tripulada deverá fazer parte de estação orbital chinesa.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Já começaram os preparativos na base de Jiuquan, no deserto de Gobi, na China, para o lançamento de um módulo da primeira estação espacial do país.

O governo apresenta a nave não-tripulada batizada de "Palácio Celestial" como o primeiro passo rumo à estação orbital.

Tiangong 1

O governo planeja que o módulo Tiangong 1 se acople com outra nave não-tripulada em semanas

O lançamento da "Palácio Espacial" ou "Tiangong1" deve acontecer nos próximos dez dias, em tempo para as comemorações de 1º de outubro, o Dia Nacional da China.

Mas o teste mais difícil só será enfrentado semanas depois do lançamento, quando a nave de oito toneladas tentar se acoplar à outro equipamento não-tripulado, a nave Shenzhou, que ainda será lançada.

Em contraste com o orçamento minguante da Nasa, nos Estados Unidos, a China parece estar disposta a desafiar a supremacia espacial de americanos e russos, construindo a sua própria base tripulada orbital.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.