Forte tempestade solar chega à Terra

Atualizado em  8 de março, 2012 - 05:04 (Brasília) 08:04 GMT

Player

Fenômeno pode provocar falhas em redes elétricas e satélites de GPS, e desviar rotas de aviões ao longo do dia.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma forte tempestade solar deve atingir a Terra nesta quinta-feira, com potencial para afetar redes elétricas, satélites de navegação GPS e rotas de aviões.

Explosões solares

Imagem mostra série de manchas que indicam acúmulo gigante de energia magnética

A tempestade – a mais forte dos últimos cinco anos – vai liberar uma grande carga de partículas entre as 3h e 7h da manhã, no horário de Brasília, segundo especialistas em meteorologia dos Estados Unidos.

De acordo com eles, a tempestade foi provocada por grandes explosões que ocorreram no começo da semana. O efeito maior será sentido nos polos do planeta. Aviões que passam por essas regiões precisarão desviar suas rotas.

As partículas solares chegarão à Terra a 6,4 milhões de quilômetros por hora, segundo o centro meteorológico americano US National Oceanic and Atmospheric Administration (Noaa, na sigla em inglês).

Imagens das regiões do Sol onde as explosões ocorreram revelam uma complexa rede de manchas, indicando que há quantidades enormes de energia magnética.

Outras tempestades magnéticas foram observadas nas últimas décadas. Uma explosão solar enorme, em 1972, paralisou as linhas telefônicas do Estado americano de Illinois.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.