A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Coreia diz ter apreendido pílulas com 'carne humana'

Autoridades da Coreia do Sul afirmaram ter apreendido desde agosto do ano passado mais de 17 mil cápsulas feitas com restos de corpos humanos.

As pílulas - supostamente de procedência chinesa - estariam contaminadas com superbactérias e sua ingestão seria perigosa.

Direito de imagem Reuters
Image caption Mais de 17 mil pílulas de restos humanos teriam sido interceptadas pela alfândega da Coreia do Sul

As autoridades sul-coreanas dizem que as cápsulas são provenientes do noroeste chinês, mas o governo da China afirmou que vai investigar o caso, uma vez que não teria encontrado qualquer indício de sua fabricação no país.

A alfândega sul-coreana reforçou o controle sobre medicamentos que chegam da China desde a descoberta das primeiras pílulas.

O contrabando das drogas, vendidas como pilulas energéticas, estaria aumentando, ainda segundo os sul-coreanos.