A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Londres 2012: Em apenas dois anos, arqueiro sem braços chega à Paraolimpíada

O paratleta Max Stutzman, dos Estados Unidos, aprendeu sozinho as técnicas do arco e flecha sem o uso dos braços. Em dois anos e meio, ele desenvolveu um estilo próprio, e agora esse desafio pessoal fez com que ele chegasse a Londres, onde disputará as Paraolimpíadas.

Image caption Max Stutzman não usa os braços para acertar o alvo no arco e flecha

O boletim desta semana também mostra dois contrastes grandes.

No sul da capital britânica, os nadadores brasileiros usam o Centro de Treinamento de Crystal Palace - que conta com equipamentos esportivos de ponta.

Na Somália, corredores tentam garantir as últimas duas vagas olímpicas em meio a péssimas condições de treino e em um cenário de violência e medo.