Restauração de obra-prima de 500 anos termina após três décadas

Atualizado em  23 de agosto, 2012 - 10:22 (Brasília) 13:22 GMT

Player

'Porta do Paraíso', coberta por painéis de Lorenzo Ghiberti, deve permanecer abrigada no Museu da Catedral de Florença, na Itália.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma das atrações mais famosas de Florença, na Itália, a Porta do Paraíso, está em seus estágios finais de restauração depois de 27 anos de trabalho.

Trabalho de restauração durou 27 anos e contou com novas tecnologias (BBC)

Trabalho de restauração durou 27 anos e contou com novas tecnologias (BBC)

As portas cobertas pelos painéis criados por Lorenzo Ghiberti estão no Museu da Catedral de Florença. As obras que estão no Batistério são apenas réplicas.

A obra-prima de Ghiberti tem quase 500 anos de idade e o nome, Porta do Paraíso, foi dado por Michelangelo.

Para trazer a beleza de volta à obra, foram desenvolvidas novas técnicas de restauração com laser.

A diferença é enorme: antes, os painéis estavam cobertos com os sinais dos séculos. Agora, eles voltam a exibir o dourado do ouro que cobria a obra original e todo o detalhe de cada escultura.

Mas a porta não vai voltar ao Batistério. Devido à sua delicadeza, será exibida em condições especiais, no Museu da Catedral de Florença.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.