Polícia busca corpo de bebê britânico desaparecido há 21 anos em ilha grega

Atualizado em  18 de outubro, 2012 - 18:52 (Brasília) 21:52 GMT

Player

Especialistas voltaram à ilha de Kos para procurar Ben Needham.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

A polícia britânica está procurando o corpo de um bebê desaparecido em uma ilha grega há 21 anos.

Ben Needham tinha quase dois anos quando desapareceu na ilha de Kos, em 1991.

Ben Needham desapareceu com quase dois anos de idade em 1991 (BBC)

Ben Needham desapareceu com quase dois anos de idade em 1991 (BBC)

Na época, a casa onde a criança estava com a família ficava perto de um terreno que estava sendo limpo para a construção de uma outra casa. Havia toneladas de entulho no local.

A investigação para encontrar Ben se transformou em um dos casos mais famosos dos últimos anos na Grã-Bretanha, com pedidos de informações para o público.

A polícia até divulgou uma imagem de como Ben se pareceria já crescido, mas nada foi descoberto.

DNA e cães farejadores

A busca continou e nos últimos 18 meses, a polícia de South Yorkshire mostrou o material de investigação que estava com a polícia grega. Os investigadores também recolheram amostras do DNA de Ben, no hospital onde ele nasceu, na cidade britânica de Sheffield.

Uma teoria da polícia grega é que Ben, que estaria com vinte e três anos, teria caminhado até o terreno próximo e soterrado por acidente embaixo do entulho.

Esta teoria foi rejeitada pela mãe de Ben, Kerry Needham.

"Sei que meu filho está vivo, bem e em algum lutar. Aquele monte de entulho já estava ali quando Ben estava lá", afirmou.

Os policiais britânicos já estão na ilha de Kos e, junto com um arqueólogo forense e cães farejadores, pretendem examinar o local usando equipamento de pesquisa geofísica, para determinar quais áreas deverão ser escavadas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.