Concurso premia as melhores fotos de ecologia do ano

Atualizado em  18 de dezembro, 2012 - 08:33 (Brasília) 10:33 GMT
  • Foto: Ute Bradter
    Imagens selecionadas pela Sociedade Ecológica Britânica estão sendo exibidas até quinta-feira na Universidade de Birmingham, na Inglaterra. A foto acima, de lagartas, foi finalista na categoria Ecossistemas e Comunidades. (Foto: Ute Bradter)
  • Aqui, a foto de longa exposição de Benjamin Magana-Roderiguez mostra o cacto Pachycereus pringlei, conhecido como Cardón, e a trilha estrelar contra um céu limpo. Esta espécie de cacto ocorre sobretudo no deserto de Baja, e acredita-se que algumas espécies tenham mais de 200 anos e pesem dez toneladas (Foto: Benjamin Magana-Roderiguez).
  • Daymer Bay, Cornwall
    Vencedor geral e da categoria de Ecologia em Ação, David Bird descreve seu “momento decisivo Henri Cartier-Bresson”, tirando essa fotografia alguns segundos antes de a simetria do enquadramento desaparecer em Daymer Bay, na Cornuália.
  • Adam Seward clicou esta imagem do morcego Myotis muricola em Sabah, na Malásia. Ele só ficou sabendo que esta espécie usa folhas para se aninhar poucos dias antes de tirar a foto. “Fiquei empolgado ao encontrar um morcego dentro da primeira folha enrolada que olhei”, disse à BBC.
  • Após descobrir que a tradicional fonte em Damaraland, na Namíbia, havia secado, este jovem elefante macho tentou invadir uma casa em busca d’água. O dono da residência tentou desesperadamente afastá-lo batendo uma panela de metal nas paredes. Após um drama de mais de 30 minutos o elefante se acalmou e retornou à horda.
  • Esta lagartixa Kabaena (Crytodactylus jellesmae) está usando sua língua para limpar seu olho na ilha de Buton, em Sulawesi, na Indonésia. Assim como as cobras, a grande maioria das espécies de lagartixas não consegue piscar. A fotografia foi tirada por Silviu Petrova.
  • O fotógrafo Phillip Blaen não esperava ver esta jovem raposa do Ártico (Vulpes lagopus) em Svalbard, em 2011. “No início do ano houve um surto de raiva entre as raposas do Ártico. Na verdade foi bem surpreendente ver uma aqui”, explica.
  • Um pequeno grupo de bisões se reúne diante de uma cordilheira de montanhas no Estado americano de Idaho, logo após o nascer do sol. O fotógrafo Shane White disse que estava “feliz em ver este animal simbólico do oeste americano perdurando no seu última verdadeira fortaleza”.
  • Este sapo cubano (Osteopilus septentrionalis) estava caçando e se aproveitando de um banquete de insetos que tinham sido assustados após voar em direção à luz artificial. O fotógrafo Andrew Richardson disse que isto “demonstra como a sociedade humana pode influenciar o comportamento das espécies.

Natureza

A Sociedade Ecológica Britânica organizou um concurso de fotografia que premiou as melhores imagens de natureza do ano.

A coleção inclui uma variedade de sapos, morcegos, lagartos, uma raposa-do-ártico, bisões selvagens no Oeste americano e um elefante que tentou invadir uma casa para obter água após descobrir que a fonte onde costumava beber havia secado na Namíbia.

Veja aqui uma seleção das principais imagens premiadas. A exposição completa está sendo exibida durante o encontro anual da entidade na Universidade de Birmingham neste mês de dezembro.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.