A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Melodias haitianas embalam cultos em Porto Velho

Atraídos por empregos nas usinas do rio Madeira, desde 2011 ao menos 3 mil imigrantes do Haiti se mudaram para Porto Velho, capital de Rondônia. E, no Estado com o maior percentual de evangélicos do país, algumas igrejas travam uma disputa por suas almas.

Image caption Igrejas disputam fiéis haitianos em Rondônia

A Assembleia de Deus foi a primeira a erguer um templo só para o grupo e diz já ter convertido 100 haitianos.

A poucos quilômetros dali, uma igreja adventista engrossou seu rebanho ao incorporar cerca de 30 haitianos. A igreja também terá um templo só para os imigrantes e diz facilitar a inserção do grupo na sociedade.

Enquanto as igrejas buscam fieis entre os imigrantes, alguns haitianos adeptos do vodu buscam locais mais simpáticos às suas crenças originais. Num terreiro de candomblé ketu, três haitianos descobriram que alguns dos orixás cultuados em seu país também são adorados por religiões afrobrasileiras.