A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Chineses usam abelhas para acupuntura em doentes terminais

Chineses estão apelando para a terapia com picadas de abelhas para tratar várias doenças, inclusive terminais.

Image caption Wang Menglin afirma ter ensinado técnica para 100 mil acupunturistas na China

Em uma clínica de acupuntura em Pequim, um paciente diagnosticado com câncer de pulmão e no cérebro afirma que se sente mais forte e que dobrou sua expectativa de vida, que era de apenas mais um ano, depois das picadas de abelha.

Wang Menglin, o acupunturista responsável pela terapia, disse que já tratou pacientes com dezenas de doenças, de artrite a câncer, e que conseguiu resultados positivos em todos os casos.

O tratamento com picadas de abelhas seria usado na China há milhares de anos, mas só foi reconhecido pelas autoridades que regulam a medicina tracional do país há cinco anos.

Mas os médicos ocidentais afirmam que há poucas provas de que o veneno das abelhas realmente seja eficaz contra doenças.

Para os que passam pela terapia de picadas de abelhas, a dor é o pior efeito colateral, e o desconforto dura cerca de cinco minutos.

Para as abelhas, é muito pior: nenhuma sobrevive depois da ferroada.