A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Latinos se convertem ao Islã e viram ‘minoria da minoria’ nos EUA

Uma parcela ainda pequena, mas cada vez maior, dos latinos dos Estados Unidos está se convertendo ao islamismo.

Image caption Centro comunitário cubano foi transformado em mesquita em Nova Jersey

Não existem números oficiais, pois o censo americano não coleta dados sobre religião. Mas a estimativa é de que o número de muçulmanos latinos no país varie entre 100 mil e 200 mil.

Yusuf Gallardo e sua mulher, Yuri Lara, fazem parte desse grupo.

Yusuf conta que foi criado como católico, ia à igreja e fazia a escola de catecismo. Após os ataques de 11 de Setembro de 2001, ele passou a odiar muçulmanos.

Mas, para a surpresa dele, este ódio foi eliminado depois que ele aprendeu sobre o Islã durante um projeto na universidade. Depois disso, Yusuf se converteu.

Muitos latinos que seguem esse caminho enfrentam preconceito e desaprovação da família. Mas a comunidade cresce, e hoje há até uma mesquisa na cidade de Union City, em Nova Jersey, onde a maioria da população é latina.