A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Americano que acordou falando sueco após amnésia busca seu passado

  • 23 agosto 2013
Image caption Michael Boatwright retornou à Suécia na tentativa de reencontrar seu passado

O americano Michael Boatwright acordou em um hotel de beira de estrada na Califórnia sem saber a sua verdadeira identidade. Pior: só falava em sueco e acreditava que seu nome de batismo era Johan Ek.

Ele esqueceu como se fala em inglês e tem poucas lembranças de sua vida pregressa. Por essa razão, decidiu voltar à Suécia, onde morou nos anos 80 e 90, para tentar reencontrar seu passado.

Boatwright relatou os momentos de pânico por que passou ao recobrar a consciência.

"[No hospital] eu tremia como se eu tivesse epilepsia. Nunca tive isso, mas estava tremendo muito. Não sabia onde estava nem quem eu era. Então, de repente, uma enfermeira veio me pergunta: Quem é você? Quem é você? E daí eu respondi: O que você está falando? Não consigo entender nada".

"No dia seguinte, eles me mostraram a minha identidade. Eu não reconhecia o homem cuja foto estava ali. Então eu olhei no espelho e comecei a chorar. Eu não me reconheci. Esse não sou eu".

Os médicos acreditam que o estado do americano pode ter sido desencadeado por traumas físicos ou emocionais. Mas Boatwright ainda não tem ideia de onde veio o problema.

Ele diz que se sente aliviado por estar na Suécia e quer recordar lembranças boas e ruins à medida que sua memória voltar.