A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Câmeras de segurança registram ação de atirador nos EUA

O FBI (polícia federal americana) divulgou trechos das gravações das câmeras de segurança do complexo da Marinha atacado pelo atirador Aaron Alexis no dia 16 de setembro.

O militar reformado prestava serviços à instituição e por isso conseguiu entrar no local armado com uma espingarda calibre 12. Ele matou 12 pessoas antes de trocar tiros e ser morto por forças de segurança.

A chefe do FBI em Washington Valerie Parlave disse que ele teria agido acreditando estar controlado por "forças eletromagnéticas".