A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Zoo abriga demônios-da-tasmânia para projeto de conservação

O zoológico de San Diego, na Califórnia (EUA), recebeu nesta semana quatro demônios-da-tasmânia (também chamados de diabo-da-tasmânia), como parte de um programa de proteção de espécies ameaçadas.

Image caption Os demônios-da-Tasmânia são ameaçados por um câncer raro

Os animais, nativos da ilha australiana da Tasmânia, estão em perigo de extinção por culpa de um câncer raro e contagioso que afeta a espécie carnívora. O câncer é transmitido por mordidas entre os animais, comuns enquanto eles se alimentam ou no período de acasalamento.

A espécie é importante porque come carcaças de outros animais – e, dessa forma, limpam o meio ambiente e impedem a transmissão de doenças, explica o conservacionista Greg Kirk, que participa do projeto.

O objetivo é preservar os animais em cativeiro para devolvê-los à natureza selvagem caso sua população chegue perto da extinção.