A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Linguagem de sinais de evento de Mandela 'não fez sentido', dizem surdos

Deficientes auditivos da África do Sul que acompanharam o evento em Johanesburgo em memória de Nelson Mandela, na terça-feira, tiveram uma surpresa desagradável.

Eles dizem que a tradução do evento para linguagem de sinais feita durante a cerimônia foi "aleatória" e "inventada", sem nenhuma base gramatical ou ligação com a linguagem de sinais sul-africana.

Image caption Intérprete fez 'gestos aleatórios' que não significavam nada, dizem deficientes

O tradutor ainda não foi identificado, e o governo sul-africano prometeu responder a alegação, segundo a Associated Press. Um representante da Federação de Deficientes Auditivos do país disse que o tradutor "não é conhecido entre a comunidade de surdos ou entre intérpretes na África do Sul".

O episódio despertou duras críticas de associações de amparo a surdos e mudos.

Wilma Newhoudt-Druchen, a primeira parlamentar surda do país, disse acreditar que o homem provavelmente foi empregado pelo CNA, partido que comanda a África do Sul. Mas seus sinais foram apenas "bobagens".