Dilma Rousseff e Barack Obama (foto: BBC)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Direto dos EUA: No tema da espionagem, Brasil e EUA falam línguas diferentes

  • 20 dezembro 2013

Brasil e EUA continuam falando línguas diferentes quando o tema são as revelações das atividades da Agência Nacional de Inteligência (NSA, na sigla em inglês), diz o correspondente da BBC Brasil em Washington, Pablo Uchoa.

Enquanto o Brasil se refere ao problema da "espionagem", nos EUA a ênfase é colocada nas "revelações". E a diferença é apenas a ponta do iceberg de uma desconfiança mútua nutrida pelos dois países, diz o repórter.

O correspondente diz que, para recolocar as relações Brasil-EUA nos trilhos, Barack Obama e Dilma Rousseff vão precisar falar a mesma língua.