A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Japonês que não se rendeu na 2ª Guerra e viveu no Brasil morre em Tóquio

17 janeiro 2014 Atualizado pela última vez 16:28 BRST 18:28 GMT

O ex-militar japonês Hiroo Onoda, que passou 29 anos em uma floresta antes de ser convencido do fim da Segunda Guerra Mundial, morreu aos 91 anos em um hospital de Tóquio.

Onoda foi enviado ao front em 1945, na ilha de Lubang, nas Filipinas.

Quando foi encontrado nas Filipinas, já na década de 1970, Onoda ainda usava o uniforme militar

Sua rendição ocorreu apenas em 1974, pois ele não acreditava que a guerra tinha acabado. Antes de ir para a missão na ilha filipina, o jovem militar tinha recebido ordens para não se render.

O então tenente teve que ser convencido por seu antigo comandante, que foi levado até as Filipinas para conversar com Onoda.

Ao retornar ao Japão ele foi recebido como herói por uma multidão e pelos pais, já idosos.

No entanto, ele não conseguiu se adaptar ao Japão moderno e se mudou para uma fazenda no Mato Grosso do Sul, no Brasil, onde criava gado.

Onoda continuou visitando do Japão até o fim da vida.