Manifestantes avançavam pelo centro de Kiev com escudos improvisados (BBC)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Capital da Ucrânia vira campo de batalha entre polícia e manifestantes

Pelo menos 22 pessoas morreram nos últimos confrontos entre manifestantes e forças do governo da Ucrânia, incluindo um policial, segundo informações vindas do país.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Manifestantes avançavam pelo centro de Kiev com escudos improvisados (BBC)

Os confrontos ocorreram na capital, Kiev, e testemunhas disseram à BBC que alguns morreram devido a um único tiro, ferimento típico em casos de disparos de atiradores.

As imagens feitas no centro da cidade mostram atiradores da polícia e forças de segurança disparando pelas ruas e manifestantes tentando avançar e se proteger com escudos improvisados.

O Ministério do Interior ucraniano pediu que os moradores da capital ficassem em casa pois. Segundo o governo, as ruas estão ocupadas por "pessoas agressivas e armadas".

Enquanto as batalhas continuam nas ruas, o salão de entrada no hotel Ukraina, no centro da cidade, transformou-se em uma espécie de clínica improvisada onde os manifestantes de oposição ao governo são levados.