A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Direto dos EUA: Venezuela acentua diferença entre EUA e América Latina

A crise política na Venezuela sublinha a distância entre as posições dos Estados Unidos e dos principais países latino-americanos em temas regionais.

Enquanto órgãos como o Mercosul apoiaram o presidente Nicolás Maduro, Washington responsabilizou o governo venezuelano pela violência nos protestos, levando a uma nova escalada de tensões entre EUA e Venezuela.

É uma situação que contrasta com a reaproximação que o secretário americano de Estado, John Kerry, e o chanceler venezuelano, Elías Jaua, ensaiaram em junho do ano passado, observa o correspondente da BBC Brasil em Washington, Pablo Uchoa.

Naquela época, a Casa Branca previa uma ‘nova era’ de relações com a Américan Latina – que não saiu exatamente como previsto.