TV estatal da Ucrânia interrompeu transmissões em sinal de protesto (BBC)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Deputados agridem diretor de TV e o forçam a renunciar na Ucrânia

Deputados de um partido de extrema direita ucraniano invadiram os escritórios da televisão estatal do país, agrediram o diretor interino do canal e o forçaram a renunciar ao cargo.

Oleksandr Panteleymonov foi agredido pelo fato de a TV estatal ter transmitido, na terça-feira, uma cerimônia direto de Moscou na qual o presidente russo, Vladimir Putin, assinou a lei que anexava a Crimeia à Rússia.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption TV estatal da Ucrânia interrompeu transmissões em sinal de protesto

Os membros do partido de extrema direita Svoboda (Liberdade, em português) invadiram a sala onde estava o diretor.

Um dos políticos, o parlamentar Igor Miroshnynchenko, iniciou as agressões, agarrando Panteleymonovo pelo pescoço.

O diretor interino foi empurrado e arrastado até sua mesa. O vídeo não mostra o momento em que ele assina uma carta de renúncia.

As cenas geraram críticas na Ucrânia, e o Ministério do Interior afirmou que vai investigar o incidente.