bebê de nove meses enfrenta acusação no Paquistão
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Bebê é acusado de assassinato no Paquistão

Image caption Bebê foi acusado após jogar pedras contra policiais

Um tribunal da cidade de Lahore, no Paquistão, acusa um bebê de nove meses de tentativa de assassinato, de ter ameaçado a polícia e interferido em assuntos de Estado.

Muhammad Mosa Khan compareceu a uma audiência com seu avô e foi liberado sob fiança.

O advogado da família, Irfan Tarar, explicou que o incidente aconteceu em um dia em que a polícia fez uma operação na localidade onde mora a família do bebê para investigar denúncias de roubo de gás.

Ele estaria com um grupo de 30 pessoas que teriam lançado pedras contra policiais.

O processo contraria a idade mínima estipulada pelo país para responsabilidade penal, que é de 12 anos. Críticos no Paquistão pedem que a Justiça retire as acusações contra o bebê.