Mansão é aberta para turistas e refugiados ficam na casa dos empregados (BBC)
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Ex-mansão presidencial na Ucrânia abriga refugiados

A residência oficial do presidente da Ucrânia se transformou em abrigo para os refugiados que fogem dos confrontos no leste do país ou da região da Crimeia, anexada pela Rússia.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Ex-mansão presidencial na Ucrânia hoje abriga refugiados

Quatro meses depois da derrubada de Viktor Yanukovich e de sua fuga do país, o local abriga 70 refugiados.

Eles ficam na casa dos empregados enquanto aguardam o governo definir sua situação jurídica.

O resto da mansão é aberta para a visitação do público.

O dinheiro arrecadado com a venda de entradas ajuda a manter os refugiados no local.