A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Dia de eleição frustra comerciantes no Rio de Janeiro

Muita gente pensou que o domingo de eleições seria um dia de faturar alto.

A ideia era aproveitar o grande número de pessoas nas ruas, que o feriado e a necessidade de votar proporcionariam.

Na favela da Rocinha o comércio abriu cedo e vendedores de água e biscoitos reforçaram o estoque do dia. Os taxistas tiraram o carro da garagem cedo.

Porém, o resultado financeiro do dia da celebração da denmocracia não foi o esperado para boa parte dos comerciantes e ambulantes.