A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

'Extremistas idiotas', disse, em 2011, editor morto

Stéphane Charbonnier, o "Charb", foi uma das vítimas do ataque desta quarta-feira contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo.

O editor já havia sofrido ameaças, e a sede da revista havia sido alvo de um atentado a bomba em 2011. A BBC recuperou imagens da redação após o atentado, em que "Charb" mostrou os danos ao local e defendeua liberdade de expressão da publicação.