Foto: Luís Martins
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Você já ouviu falar em baterias siamesas? Conheça o grupo Paus

Ao longo desta semana, a BBC Brasil publica a segunda e última parte da sua série sobre os novos artistas da cena musical de Lisboa. O jornalista Rodrigo Pinto foi à capital portuguesa para investigar por que há tanto interesse internacional na música produzida na cidade.

Os artistas destacados ajudaram a renovar e atrair atenção para gêneros como fado, kuduro e até rock’n roll.

Leia mais: BBC apresenta destaques da nova música portuguesa

Leia mais: Após vencer 'The Voice' de Portugal, Sara Tavares larga gospel e volta às origens

Leia mais: Buraka Som Sistema, a ponte entre Luanda e Jean-Claude Van Damme

Leia mais: Bruno Pernadas, o 'alien' da nova música portuguesa

Leia mais: João Gilberto corre nas veias do português António Zambujo

Leia mais: Grupo português quer 'roubar' Carmen Miranda do Brasil

Dois bateristas, sentados um de frente para o outro, dividindo o mesmo bumbo. Pode? Claro, assim funcionam as baterias siamesas do grupo português Paus.

A banda, criada em 2009, tem como integrantes Hélio Morais e Joaquim Albergaria (bateria siamesa), Makoto Yagyu (baixo) e Fábio Jevelim (teclados).

Ao vivo, a potencial confusão que duas baterias poderiam provocar é dissipada pelo entrosamento dos dois músicos na percussão.

"Tocamos na ausência um do outro", conta Albergaria.

"Temos influências africanas e tropicais, mas ao mesmo tempo ouvimos muito rock e muito hardcore, e acabamos por misturar tudo isso", complementa Hélio Morais.

A BBC acompanhou um concerto da banda na comemoração dos 20 anos da influente Galeria Zé dos Bois, no Bairro Alto de Lisboa. Foram duas noites de casa lotada e fãs engajados, daqueles que cantam cada verso da letra.

Da apresentação, foi extraída a canção Pelo Pulso, primeira composta pela banda, que você ouve nesta página.