A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Pai quase perde filha soterrada em desapropriações olímpicas

Marcelo da Silva Trindade é morador da Vila Autódromo, uma comunidade que existe desde a década de 1970 na zona oeste do Rio de Janeiro, bem ao lado do parque olímpico, a maior obra que está sendo construída para os Jogos de 2016.

A favela, onde viviam quase 600 famílias, está sendo desapropriada por causa de obras viárias na região que visam facilitar o acesso ao principal local de competições. Mas ele estava disposto a resistir e permanecer lá até o fim.

No início de fevereiro, no entanto, por motivos de 'força maior', Marcelo teve de deixar a comunidade – quando quase perdeu sua filha, Beatriz, de 3 anos e meio.

Veja na reportagem de Jefferson Puff e Renata Mendonça.