A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Migrantes aproveitam greve para tentar cruzar Canal da Mancha 'de carona' em caminhões

Uma greve no porto de Calais suspendeu os serviços de balsa entre a França e o Reino Unido pelo Canal da Mancha, nesta terça-feira.

Imigrantes irregulares se aproveitaram da longa fila de caminhões - os quais, na ausência de balsas, foram forçados a cruzar o canal pelo Eurotúnel - para entrar nos compartimentos traseiros e, assim, tentar pegar "carona" rumo ao Reino Unido.

Calais é ponto de ligação entre o continente europeu e as cidades do sul britânico. Cerca de 3 mil migrantes vivem nos arredores da cidade, à espera de uma oportunidade para cruzar o canal da Mancha.

Mais tarde, os grevistas interromperam também o tráfego pelo túnel. A greve dos trabalhadores portuários foi encerrada ainda nesta terça, mas o trânsito permanecia lento.