A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Refugiados da Síria dividem prédio com sem-teto em SP

Um grupo de 51 árabes - entre sírios, palestinos, egípcios e uma marroquina - tenta recomeçar suas vidas em São Paulo, depois de cruzar a fronteira síria, passar pela embaixada brasileira no Líbano, fazer escala nos Emirados Árabes, aterrissar em Guarulhos e tentar, em vão, vagas em abrigos públicos e hotéis baratos no centro da capital paulista.

Eles narram à BBC Brasil a tristeza da perda de pessoas queridas para a guerra, as dificuldades para recomeçar a vida do outro lado do mundo e revelam esperança - tanto no futuro no Brasil, quanto em reerguerem um dia suas velhas casas.

Curtiu? Siga a BBC Brasil no Facebook