BBC
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Na mira de aviões russos: '70 bombas caíram na minha casa, mas eu não vou embora'

Apoiadas por ataques aéreos russos, as forças do presidente sírio, Bashar al-Assad, estão prestes a cercar o leste de Aleppo, segunda maior cidade da Síria. Atualmente, essa parte da cidade é controlada por rebeldes.

Os moradores da cidade, já bastante devastada pelos conflitos, aguardam com apreensão esses novos desdobramentos.

Embora a guerra civil síria hoje envolva diversos países, o conflito começou com protestos antigoverno, há mais de quatro anos.

Desde então, ao menos 250 mil sírios morreram no confronto armado e mais de 11 milhões tiveram que deixar suas casas.

Além de enfrentar as forças leais a Assad e oposicionistas, os moradores de Aleppo também vivem sob a ameaça de militantes radicais do grupo autodenominado Estado Islâmico.

A BBC obteve este material exclusivo, que revela como os moradores locais estão encarando a ideia de viver sob cerco.