A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Cubanos descobrem o capitalismo do Airbnb

Turistas de todo o mundo visitam Cuba há décadas, mas a recente aproximação entre Havana e Washington deve aumentar ainda mais o número de pessoas que se dirigem à ilha em busca de suas praias fabulosas, coquetéis famosos, cultura abundante e a história comunista.

De olho neste contingente com grande potencial de negócios, a empresa americana Airbnb - aplicativo de hospedagem que facilita o aluguel de imóveis particulares por curtos períodos - começou a explorar o mercado cubano e concorrer com os tradicionais hotéis.

Autoridades cubanas afirmam que a entrada da empresa no país é um pequeno ajuste no sistema socialista já que a prática faz com que proprietários de imóveis desenvolvam atividade empresarial típica do capitalismo.