Guarani-kaiowás protestam no ministério da Justiça contra revogação de demarcações
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Guarani-kaiowás protestam no ministério da Justiça contra revogação de demarcações

Aos 56 anos, o cacique guarani-kaiowá Farid Mariano, do Mato Grosso do Sul, perdeu a conta de quantas vezes veio a Brasília, de ônibus, em busca de confirmações sobre demarcações das terras onde nasceram seus tataravós.

"Nós estamos acampados há oito anos. Só falam que vão demarcar e não demarcam. Viemos aqui conversar com esse novo governo federal para ver se dão alguma solução para a nossa comunidade."

Junto ao cacique, um grupo de 60 indígenas do povo guarani-kaiowá protestou, na manhã desta quarta-feira, em frente ao Ministério da Justiça, onde despacha o novo ministro Alexandre de Moraes.

Em entrevista à imprensa, Moraes afirmou que irá rever "demarcações" feitas "no apagar das luzes" da gestão Dilma.