Alfabetização do paladar - como ensinar crianças a gostar de alimentos saudáveis
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Alfabetização do paladar - como ensinar crianças a gostar de alimentos saudáveis

Frequentemente relegado às bordas do prato e abandonado ao final da refeição pelas crianças, o brócolis, quem diria, pode ser disputado e despertar interesse entre os pequenos. Familiarizar crianças com os sabores de alimentos saudáveis e ensiná-las a degustá-los é a missão do Centro de Recuperação e Educação Nutricional (Cren), que atua em São Paulo.

Em uma das salas desta ONG de combate à desnutrição infantil na Zona Leste da capital, crianças com idades por volta de um ano e meio pegam o vegetal, cheiram, experimentam, passam a mão e brincam com a "arvorezinha". Tudo em meio a risadas e bagunça. É sempre assim, uma vez por semana, um alimento por vez.

“O brócolis tá ali para a criança fazer o que ela quiser. Se quiser cheirar, vai cheirar. Se quiser morder, vai morder. Se quiser dar pro amigo, se quiser esfregar no chão...”, diz Mariana Ravagnolli, nutricionista do Cren, que educa o paladar dos cerca de 80 bebês, crianças e adolescentes atendidos no local, conveniado à Prefeitura paulistana.

"É para fazer uma amizade com o alimento, para, na refeição, na hora em que elas reconhecerem a arvorezinha no prato, elas vão comer por livre e espontânea vontade."

As crianças chegam ao serviço desnutridas. Algumas porque comiam pouco, apresentando um aspecto franzino, o mais conhecido quadro da subnutrição. Outras comiam mal, ingerindo muitos alimentos processados, e, apesar de não estarem magras, apresentam outros problemas pela falta de nutrientes, como sobrepeso ou baixa estatura.

"A gente fala sobre um furacão da desnutrição. São muitos elementos envolvidos que levam a criança a ter ficado nessa situação de subnutrição ou de obesidade", afirma Ravagnolli, alertando que uma má alimentação pode fazer com que muitos jovens acabem tendo uma expectativa de vida menor que a de seus pais.

Mas como resolver esse problema? Quais são os erros que os pais cometem? E o que devem fazer? Confira no vídeo da BBC Brasil.