Medalhista olímpico de natação salva recém-casado de afogamento

Filippo Magnini, 2009 file pic Direito de imagem AFP
Image caption Magnini já ganhou medalha olímpica e campeonatos mundiais de natação

Se você pretende se aventurar no fundo do mar, ajuda ter um campeão olímpico de natação por perto.

O recém-casado Andrea Benedetto estava se afogando no mar de uma praia da Sardenha, na Itália, quando o nadador italiano Filippo Magnini mergulhou para salvá-lo.

Magnini, ex-campeão mundial e medalhista olímpico, entrou na água depois que amigos de Benedetto pediram ajuda aos frequentadores de Cala Sinzias, no leste de Cagliari, capital da Sardenha.

O nadador alcançou o recém-casado e manteve a cabeça dele fora d'água até a chegada dos salva-vidas. "Eu só fiz o que devia fazer", disse o nadador, hoje aposentado.

Benedetto, de 45 anos, tinha se casado com o namorado dois dias antes, numa cerimônia em Cagliari. O desenrolar dos acontecimentos do último domingo (7) foi acompanhado por um amigo do casal e pelo jornalista Soroush Pakzad, da BBC News Pérsia.

Os recém-casados estavam flutuando no mar, em um unicórnio inflável, quando Benedetto caiu na água. O homem teve dificuldades para mexer as pernas, por causa da temperatura fria da água e de um problema de saúde.

E vento forte na praia empurrou o unicórnio para longe, contou Pakzad.

Direito de imagem Andrea Benedetto
Image caption Benedetto se casou dois dias antes de quase se afogar no mar da Sardenha

Os gritos de socorro de amigos do casal foram ouvidos pelos salva-vidas, que correram para fazer o salvamento. Mas Magnini, de 37 anos e 1,88 metros de altura, estava mais perto e rapidamente alcançou Benedetto.

"Ele estava com bastante dificuldade (para nadar). Estava muito assustado, paralisado e tinha engolido água", contou o nadador olímpico ao jornal italiano Corriere dello Sport.

"Quando eu o alcancei, ele não conseguia nem falar e tivemos dificuldade para erguê-lo até o barco de resgate. Tivemos que colocá-lo numa cama inflável de uns banhistas que estavam por perto."

Benedetto foi levado ao hospital pouco depois de ser resgatado. "Quando recobrei a consciência, minha primeira preocupação foi com meu marido", disse.

"Algumas horas após o acidente, quando ainda estava no hospital, percebi que Filippo Magnini tinha sido o homem que salvou minha vida, mas não tive a oportunidade de agradecer, porque não tenho o contato dele. Espero poder agradecê-lo pessoalmente."

Direito de imagem Getty Images
Image caption Magnini e sua namorada Giorgia Palmas estavam aproveitando a praia, na Sardenha, quando ouviram os gritos de socorro de amigos de Benedetto

Magnini estava na praia com sua namorada, Giorgia Palmas, que é modelo, atriz de TV e estrela de reality show.

O nadador italiano integrou o time que ganhou medalha de bronze nos 4 x 200 metros livres da Olimpíada de Atenas, em 2004. Ele também foi campeão mundial de 100 metros livres em 2005, mantendo o título em 2007, quando ficou empatado no primeiro lugar com o canadense Brent Hayden.

Por que é difícil perceber quando alguém está se afogando

Existe uma coisa chamada "resposta de afogamento instintiva" que, segundo especialistas, dificulta o chamamento por socorro.

O especialista em salvamento Mario Vittone e o médico Francesco Pia explicam:

  • Exceto em raras circunstâncias, pessoas se afogando ficam psicologicamente impedidas de pedir ajuda. Isso porque o sistema respiratório é desenhado para respirar. A fala é secundária, principalmente num momento de emergência.
  • A boca de uma pessoa se afogando costuma afundar na água e reaparecer na superfície alternadamente. A boca, normalmente, não fica fora d'água o suficiente para permitir gritos de socorro. A pessoa inspira e expira rapidamente quando começa a afundar.
  • As pessoas se afogando raramente conseguem acenar por ajuda - o instinto as força a estender os braços para a lateral e pressionar a água para baixo, na tentativa de manter o corpo na superfície.
  • Essa resposta serve para manter o corpo na vertical, na água.
  • Uma pessoa afogando só consegue se manter na superfície por cerca de 20 a 60 segundos antes de afundar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas