BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Saúde & Tecnologia
22 de novembro, 2001 - Publicado às 16h27 GMT
Imaginar exercícios reforça músculos, diz estudo



Um estudo publicado na revista New Scientist diz que é possível fazer exercícios físicos apenas com a mente.

Segundo um grupo de cientistas, é possível fortalecer os músculos do corpo apenas relaxando e imaginando que você está fazendo ginástica.

A descoberta pode ajudar pacientes que estejam muito fracos para se exercitar a se recuperar de derrames ou outras moléstias.

Se a técnica funcionar em pessoas mais velhas, ela poderá ser usada para que elas mantenham sua força muscular.

Células nervosas

Os músculos se movimentam em resposta a impulsos de células nervosas próximas, chamadas de neurônios motores. A ação sucessiva desses neurônios depende da força dos impulsos elétricos enviados pelo cérebro.

Segundo Guang Yue, fisiologista da Fundação Clínica Cleveland, de Ohio (EUA), isso sugere que se pode aumentar a força muscular apenas enviando um sinal maior do cérebro para os neurônos motores.

Segundo a reportagem da New Scientist, Yue e sua equipe já descobriram que exercícios visuais são suficientes para aumentar a força muscular de um músculo do dedo mínimo, usado para movê-lo lateralmente.

Agora a equipe passou a se concentrar em um músculo maior e de uso mais freqüente: o bíceps. Eles pediram a dez voluntários, de 20 a 35 anos, que se imaginassem - com o máximo de força possível - flexionando um de seus bíceps, em cinco sessões por semana.

Impulsos monitorados

Os pesquisadores registraram a atividade cerebral ocorrida durante essas sessões.

Para ter certeza de que os voluntários não estavam se tensionando involuntariamente, eles também monitoraram os impulsos elétricos dos neurônios motores dos músculos dos seus braços.

A força dos músculos dos voluntários era testada a cada duas semanas.

Aqueles que pensaram em exercícios mostraram um aumento de 13,5% na força depois de algumas semanas de testes. Eles ainda mantiveram esse ganho por três meses depois que a experiência foi interrompida.

Os pesquisadores estão agora repetindo o experimento com pessoas com idades entre 65 e 80 anos, para verificar se a ginástica mental também funciona com eles.

Exercíco aeróbico

Peter Clough, psicólogo da Universidade de Hull, disse que já se sabia que se imaginar fazendo um esporte pode, muitas vezes, ser uma maneira mais eficiente de a pessoa melhorar fisicamente do que realmente praticar um.

Entretanto, ele disse que força muscular é apenas um aspecto da atividade física. Flexibilidade e exercícios aeróbicos também são partes importantes - e essas não podem ser obtidas simplesmente usando a sua imaginação.

"Essa é uma teoria interessante. Mas sentar no sofá e pensar em fazer exercício não é realmente uma boa idéia", afirmou.

"Simplesmente formar uma massa muscular pode fazer você ficar bonito, mas exercíco não é isso. Nós precisamos encorajar as pessoas a fazer exercícios aeróbicos que aumentem o seu batimento cardíaco a 70% do seu máximo por 20 minutos, três vezes por semana - isso é o que ajuda as pessoas a viver mais."




 
   PNEUMONIA
Tire suas dúvidas sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave.
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias do dia por e-mail.







Links externos:
Clínica Cleveland (em inglês)
New Scientist (em inglês)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC