BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Saúde & Tecnologia
29 de julho, 2002 - Publicado às 09h50 GMT
Indústria visa jovens para substituir consumidores
As fumantes Érica e Taís e o irmão Luiz Paulo
As fumantes Érica e Taís e o irmão Luiz Paulo

Isabel Murray, de São Paulo

Para que a indústria do tabaco possa sobreviver, é preciso substituir os consumidores que morreram ou pararam de fumar.

E o alvo dessa substituição normalmente é o consumidor jovem. As pesquisas indicam que as pessoas estão começando a fumar mais cedo tanto nos países ricos como nos pobres.

Estatísticas do Banco Mundial afirmam que, em todo o mundo, entre 82 mil e 99 mil crianças e adolescentes começam a fumar todos os dias.

No Brasil, estima-se que 10% dos fumantes têm menos de 20 anos, como Érica Barsi, de São Paulo.

Exemplo de casa

Clique aqui para ler a especial "O Cigarro em Julgamento"

Érica tem 18 anos de idade começou a fumar aos 13 anos seguindo o exemplo da irmã que é um ano mais velha, Taís.

"Era moda na escola. Para fazer parte da rodinha, eu tinha que fumar e estou fumando até hoje", conta Taís.

Segundo o Ministério da Saúde, em 50% dos casos basta uma primeira tragada para que o jovem se torne dependente do fumo.

Já a Organização Mundial de Saúde diz que cinco maços de cigarro bastam para transformar um adolescente, que está apenas experimentando, em dependente da nicotina.

Além da imitação de alguém mais velho, outro fator que encoraja o vício é a transgressão, a idéia do jovem de que está fazendo algo ousado, já que é proibido fumar nas escolas. Mas os adolescentes sempre dão um jeitinho de achar um lugar para fumar - como o banheiro.


Érica, de 18 anos, começou a fumar aos 13
Érica Barsi não trabalha e no momento faz um curso de inglês. O cigarro é comprado com o dinheiro dado pelos pais, que descobriram que a filha fumava porque ela foi suspensa das aulas por estar fumando.

"Meu pai descobriu e contou para a minha mãe. Minha mãe falou que fumava também, mas que fazia mal, aquelas coisas que todas as mães falam. Mas que era melhor ela saber do que eu fumar escondido", diz Érica.

A influência familiar desempenha um papel relevante no tabagismo: adolescentes com pais ou parentes que fumam são mais propensos a adquirir o vício.

Mas, pelo menos por enquanto, o irmão menor de Érica e Taís, Luiz Paulo, de 9 anos, não quer saber de fumaça. O menino diz que o cheiro de cigarro é ruim e faz mal.

Propaganda

Com a proibição dos anúncios de cigarros na TV, isso ficou mais difícil. Mas a indústria de cigarro ainda é acusada de expor adolescentes a anúncios, atividades esportivas e eventos promocionais que associam o hábito de fumar à independência, ao sexo, ao sucesso e à vida sofisticada.

Especialistas dizem que a propaganda toca nos pontos fracos dos jovens para conquistar novos fumantes.

Érica afirma estar consciente dos problemas causados pelo cigarro. O efeito mais imediato é a nicotina, que fica grudada no aparelho que usa nos dentes.

"Acho que, quando eu ficar grávida, vou parar. Mas agora não penso em parar. Quando estou sozinha, passa o tempo. Se eu disser que quero parar agora, vou estar mentindo. Mas vou querer parar sim, porque vai fazer mal mais para frente, não agora que sou nova."

Clique aqui para ler a especial "O Cigarro em Julgamento"
 
   PNEUMONIA
Tire suas dúvidas sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave.
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias do dia por e-mail.







Notícias relacionadas:
29 de julho, 2002
  Cigarro resiste a anos de leis e campanhas no Brasil
29 de julho, 2002
  Para Mário Prata, cidade grande mata mais que cigarro
29 de julho, 2002
  Diagnóstico dificulta tratamento de câncer de pulmão
29 de julho, 2002
  Fumo é responsável por 30% das mortes por câncer
29 de julho, 2002
  Produtores dizem que dependem do fumo para viver
Links externos:
Instituto Nacional de Câncer
Tabagismo no Ministério da Saúde
Banco Mundial – tabaco
Associação Internacional dos Produtores de Tabaco (em inglês)
Associação Brasileira da Indústria do Fumo
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC