Ciência

Concurso britânico premia melhores fotos de astronomia do ano

GALERIA DE IMAGENS: Astronomy Photographer of the Year 2010

  • Blazing Bristlecone (Foto: © Tom Lowe)
    Esta foto do americano Tom Lowe, 'Blazing Bristlecone', mostra a Via Láctea atrás de um pinheiro antigo. Ela foi a vencedora do concurso Astronomy Photographer of the Year 2010, do Observatório Real de Greenwich, na Grã-Bretanha. As fotos do concurso estão em exposição no observatório, em Londres, até fevereiro de 2011 (Foto: © Tom Lowe)
  • Orion Deep Wide Field  (Foto: © Rogelio Bernal Andreo)
    'Orion Deep Wide Field', de Rogelio Bernal Andreo, venceu na categoria Espaço Profundo. Ela mostra uma seção da constelação de Órion, incluindo a nebulosa de Órion, uma das raras nebulosas que podem ser vistas a olho nu. (Foto: © Rogelio Bernal Andreo)
  • Photon Worshippers (Foto: © Steve Christenson)
    'Photon Worshippers', de Steve Christenson, mostra o sol se pondo na praia de Pfeiffer com seus raios passando bem no meio da fenda na rocha, fenômeno que acontece apenas algumas semanas por ano. A foto foi a vencedora da categoria Pessoas e Espaço. (Foto: © Steve Christenson)
  • Siberian Totality (Foto: © Anthony Ayiomamitis)
    'Siberian Totality', do grego Anthony Ayiomamitis, foi tirada durante um eclipse total do sol. Os feixes de luz mostram a atividade solar além da superfície. A foto ganhou o primeiro prêmio na categoria Nosso Sistema Solar. (Foto: © Anthony Ayiomamitis)
  • The Whirlpool Galaxy (M51) -  (Foto: © Ken Mackintosh)
    'The Whirlpool Galaxy (M51)', do britânico Ken Mackintosh, mostra a interação de duas galáxias, aproximadas pela força da gravidade. Com o tempo, a galáxia menor será destruída ou absorvida pela maior, num processo que pode levar milhões de anos. A foto foi a vencedora na categoria Melhor Iniciante. (Foto: © Ken Mackintosh)
  • A Perfect Circle (Foto © Dhruv Arvind Paranjpye)
    Esta foto do indiano Dhruv Arvind Paranjpye, de apenas 14 anos, foi a vencedora na categoria Jovem Fotógrafo Astronômico. Ela mostra um eclipse solar na Índia em 2009. O círculo no meio da foto é a coroa solar, vista apenas durante um eclipse. O fotógrafo usou as nuvens escuras como filtro. (Foto © Dhruv Arvind Paranjpye)
  • The Whisper of the Wind (Foto: © Dave Brosha)
    Dave Brosha ficou com o segundo lugar na categoria Terra e Espaço com 'The Whsiper of the Wind', que mostra a Aurora Boreal em Kellowknife, no norte do Canadá, em abril de 2010. Os feixes de luz são visíveis quando partículas do Sol interagem com o campo magnético da Terra. (Foto: © Dave Brosha)
  • Sorrounded by Space (Foto: © Frdrik Broms)
    'Surrounded by Space', de Fredrik Broms, recebeu a menção honrosa na categoria Terra e Espaço. A imagem, feita em Kvaløya, no norte da Noruega, em outubro de 2009, mostra as luzes da Aurora Boreal entre as estrelas. (Foto: © Frdrik Broms)
  • Solstice Full Moon Rising at Sounion (Foto: © Anthony Ayiomamitis)
    'Solstice Full Moon Rising at Sounion', de Anthony Ayiomamitis, também recebeu a menção honrosa na categoria Terra e Espaço. Ela mostra uma lua cheia nascendo atrás do Templo de Poseidon no sul da Grécia. (Foto: © Anthony Ayiomamitis)
  • Primal Wonder  (Foto: © Larry Andreasen)
    'Primal Wonder', feita por Larry Andreasen, foi a terceira imagem a receber a menção honrosa na categoria Terra e Espaço. Ela mostra um incêndio florestal controlado no monte Adams, no Estado americano de Washington. (Foto: © Larry Andreasen)
  • The Sword and The Rose (Orion's Sword and M42) - (Foto: © Marcus Davies)
    'The Sword and The Rose (Orion's Sword and M42)', de Marcus Davies, recebeu a menção honrosa na categoria Espaço Profundo. Ela mostra a região chamada Espada de Órion, que contém a Grande Nebulosa de Órion. (Foto: © Marcus Davies)
  • Jupiter (Foto: © Nick Smith)
    Tirada em La Palma, nas Ilhas Canárias, em julho do ano passado, 'Jupiter', de Nick Smith, ficou em segundo lugar na categoria Nosso Sistema Solar. A imagem capta o planeta Júpiter, numa imagem com definição que há 10 ou 15 anos só era possível com telescópios de observatórios no espaço. (Foto: © Nick Smith)
  • Sinus Iridum (Foto: © Nick Smith)
    Nick Smith também recebeu a menção honrosa na categoria Nosso Sistema Solar com 'Sinus Iridum', esta imagem detalhada de uma seção da lua feita a partir de um telescópio montado num jardim em Oxford, na Grã-Bretanha. (Foto: © Nick Smith)
  • Crescent Venus (Foto: © Lorenzo Comolli)
    'Crescent Venus', de Lorenzo Comolli, recebeu menção honrosa na categoria Nosso Sistema Solar. Ela mostra Venus, planeta mais próximo da Terra e o objeto mais brilhante no nosso céu após o Sol e a Lua, contra um céu azul. (Foto: © Lorenzo Comolli)
  • The Green Visitor (Foto: © Richard Higby)
    Richard Higby também recebeu menção honrosa na categoria Nosso Sistema Solar por 'The Green Visitor', mostrando a 1ª passagem do cometa Lulin pelo Sistema Solar. (Foto: © Richard Higby)
  • Solar Halo (Foto: © Laurent V. Joli-Coeur)
    O segundo lugar na categoria Jovem Fotógrafo Astronômico ficou com 'Solar Halo', de Laurent V. Joli-Coeur, um canadense de 13 anos. Ele fez a imagem em um carro em movimento, ao ver um halo solar. Os halos solares são formados por cristais de gelos nas nuvens. (Foto: © Laurent V. Joli-Coeur)

O Observatório Real de Greenwich, em Londres, anunciou nesta semana os vencedores do concurso Astronomy Photographer of the Year 2010, que premiou as melhores imagens ligadas à astronomia.

O grande vencedor do concurso foi o americano Tom Lowe, que recebeu o prêmio de mil libras (cerca de R$ 2.635) pela foto Blazing Bristlecone, que mostra a Via Láctea atrás de um pinheiro de mais de 4 mil anos em Sierra Nevada, na Califórnia.

“Essa linda imagem combina perfeitamente a impressionante vista do céu noturno com a vida aqui na Terra. Os pinheiros podem ser antigos, mas são bebês se comparados com as luzes das estrelas que brilham atrás deles, algumas das quais começaram sua viagem até nós há quase 30 mil anos”, comenta um dos juizes do prêmio, o astrônomo Marek Kukula.

Outras duas dezenas de imagens receberam prêmios ou menções honrosas em seis categorias diferentes.

Entre os premiados estão um círculo perfeito formado por um eclipse solar, captado pelo indiano Dhruv Arvind Paranjpye, de apenas 14 anos, uma imagem da nebulosa de Órion feita pelo americanor Rogelio Bernal Andreo e a passagem de raios solares em uma fenda numa rocha na praia californiana de Pfeiffer, retratada pelo americano Steve Christenson.

Este é o segundo ano que a competição, organizada pelo Observatório Real de Greenwich e pela revista Sky at Night, é realizada, Mais de 400 imagens, de fotógrafos de 25 países diferentes, foram enviadas.

As melhores imagens estão em exposição no Observatório Real de Greenwich, no sudeste de Londres, até fevereiro de 2011.

Mais informações sobre o concurso e a exposição podem ser conseguidas no site www.nmm.ac.uk/astrophoto.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.