BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 19 de agosto, 2003 - 14h40 GMT (11h40 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Gás letal pode recuperar vítimas de ataque cardíaco
 
 
 
Nova droga pode proteger contra falta de oxigênio no coração
Nova droga pode proteger contra falta de oxigênio no coração

Cientistas britânicos desenvolveram uma forma de monóxido de carbono para ajudar na recuperação de vítimas de ataques cardíacos.

O monóxido de carbono é mais conhecido em sua forma gasosa – trata-se de um dos gases liberados por carros, altamente tóxico e letal.

Mas a substância desenvolvida pelos pesquisadores da Universidade de Sheffield e do Instituto de Pesquisa Médica de Northwick Park, chamada CORM-3, libera uma baixa concentração de moléculas de monóxido de carbono.

Outros estudos já provaram a presença de moléculas de monóxido de carbono no sistema cardiovascular dos mamíferos – a substância é produzida durante a oxidação da heme, o pigmento do sangue.

Testes

Segundo os cientistas, as moléculas de monóxido de carbono podem proteger as células do coração da falta de oxigênio e de outros problemas físicos que ocorrem quando uma artéria fica bloqueada – processo que pode levar ao enfarte.

Nas experiências realizadas, o grupo de pesquisadores desenvolveu células cardíacas em laboratório que, em seguida, eram deixadas sem oxigênio por 24 horas.

Algumas dessas células eram colocadas em uma solução contendo moléculas que produzem o CORM-3; outras células eram simplesmente deixadas para se "recuperarem" naturalmente.

O estudo mostrou que as células que receberam o CORM-3 se recuperaram melhor que as demais.

Testes semelhantes foram realizados usando corações de animais, e os resultados também atestaram para o potencial reparador da droga.

Vida útil

Os cientistas também acreditam que o CORM-3 possa atuar prolongando a vida útil de órgãos para transplantes.

"Essa substância mostrou ser uma promessa real para um novo medicamento para ajudar a tratar doenças cardíacas, além de poder ser utilizada em transplantes de órgãos e como antiinflamatório", afirmou Brian Mann, um dos pesquisadores da Universidade de Sheffield envolvidos no estudo.

"As possíveis aplicações terapêuticas do CORM-3 são enormes, considerando-se a vasta gama de atividades fisiológicas do monóxido de carbono mostradas em modelos experimentais", completou o cientista.

Outro membro da equipe, Robert Motterlini, disse que no passado o monóxido de carbono era famoso por ser uma substância de difícil uso na medicina.

"Em sua forma gasosa, é difícil fazer com que ele atinja uma determinada região do corpo em uma concentração adequada, pois ele é tóxico e pode danificar as células quando inalado por muito tempo", disse Motterlini.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
LINKS EXTERNOS
 
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade